José Sócrates

Sócrates votou nas eleições directas do partido e remete declarações para domingo

Sócrates votou nas eleições directas do partido e remete declarações para domingo

O secretário-geral, José Sócrates, votou, este sábado, na sede do Partido Socialista da Covilhã para as eleições directas do partido, em que se recandidata ao cargo secretário-geral. No entanto, apenas disse aos jornalistas: "Falarei amanhã [domingo]".

O líder socialista e primeiro-ministro demissionário entrou e saiu das instalações do partido sem prestar declarações.

José Sócrates manifestou-se na sexta-feira, em Bruxelas, "impaciente" para comentar as posições do PSD sobre a subida do IVA e a avaliação dos professores, confessando ter de se "conter" para não o fazer fora do país.

Na cidade onde viveu a juventude e se iniciou na política, foi recebido por algumas dezenas de militantes e simpatizantes do PS.

José Sócrates Carvalho Pinto Sousa é o militante do PS número 9137 da secção da Covilhã, que conta com 277 militantes.

Além da eleição do secretário-geral, os militantes socialistas estão a eleger 1841 delegados ao congresso do PS, que se realizará entre 8 e 10 de Abril, na Exponor, em Matosinhos.

Neste congresso, estarão ainda mais 700 delegados com direito de inerência, por desempenharem lugares em órgãos nacionais do PS, ou por serem militantes com funções políticas de destaque em autarquias, na Assembleia da República ou nos parlamentos regionais.