natalidade

Temos terceira menor taxa de natalidade da UE

Temos terceira menor taxa de natalidade da UE

Portugal registou no início do ano a 3ª menor taxa de natalidade dos 27 Estados da União Europeia, que em conjunto ultrapassaram a barreira dos 500 milhões de habitantes.

Segundo o gabinete de estatísticas Eurostat, a 1 de Janeiro de 2010, Portugal registou a terceira menor taxa de natalidade entre os 27, ao atingir 9,4 nascimentos por cada 1000 habitantes.

No conjunto dos 27, 5,4 milhões de crianças nasceram na UE durante o ano passado, traduzindo uma taxa de natalidade de 10,7 nascimentos por cada 1000 habitantes, ligeiramente inferior à taxa de 10,9 registada em 2008.

As taxas de natalidade mais elevadas foram registadas na Irlanda (16,8), no Reino Unido (12,8) e em França (12,7).

Além de Portugal, as taxas de natalidade mais baixas da UE foram verificadas na Alemanha (7,9), na Áustria (9,1) e em Itália (9,5), referiu o Eurostat.

Num comunicado, o Eurostat indicou ainda que a 1 de Janeiro de 2010, a UE tinha em conjunto uma população de 501,1 milhões de habitantes, contra 499,7 milhões um ano antes.

Paralelamente, a UE registou 4,8 milhões de óbitos em 2009, ou seja, uma taxa de mortalidade de 9,7 óbitos por cada 1000 habitantes, estável em relação ao ano precedente.

O saldo migratório positivo também teve um papel importante no aumento da população da UE.

"Em 2009, um pouco mais de 60% do crescimento da população na UE foi originado pela migração", sublinhou a Eurostat.

ver mais vídeos