Ensino

Três mestrados de gestão portugueses no ranking do "Finantial Times"

Três mestrados de gestão portugueses no ranking do "Finantial Times"

Há três mestrados de universidades portuguesas no ranking mundial 2018 dos 100 melhores mestrado em gestão, elaborado pelo "Financial Times".

Na 30.ª posição estão, ex-aequo, a Católica Lisbon School of Business & Economics (subiu oito lugares em relação ao ano passado) e a Nova School of Business & Economics (desceu da 17.ª posição que ocupava em 2017). Na 77.ª posição do ranking 2018 figura o mestrado em gestão do ISCTE Business School, que subiu sete lugares relativamente ao ano passado.

A lista é liderada por St. Gallen (Suiça), HEC Paris (França) e London Business School (Reino Unido) nas três primeiras posições, respetivamente.

Portugal é o sexto país com mais escolas de gestão representadas no ranking. Em primeiro lugar surge a França (21), seguida do Reino Unido (19) e Alemanha (6).

O ranking contempla 17 indicadores que avaliam a qualidade da escola e do mestrado no que diz respeito ao progresso na carreira dos graduados, diversidade da formação e experiência internacional.

No critério de efetiva progressão na carreira, o mestrado em gestão da Católica ficou bem classificado, ocupando a 9.ª posição. Já a Nova viu reconhecido o esforço de internacionalização, ao ocupar o 9.º lugar na lista dedicada a mestrados em gestão internacional.

O mestrado do ISCTE destacou-se no indicador de recuperação de investimento académico (27.ª posição mundial), pois os preços de frequentar o programa permitem que os alunos recuperem o investimento mais depressa do que noutras escolas.

ver mais vídeos