Exclusivo

Investimentos suspensos à espera da revisão da lei dos TVDE

Investimentos suspensos à espera da revisão da lei dos TVDE

Mudanças deverão obrigar a celebrar contrato de trabalho entre operadores e motoristas, o que não agrada a todos.

A revisão da lei n.o 45/2018 deverá ser uma das prioridades na retoma do Parlamento após as férias e poderá responder a algumas das reivindicações de operadores e motoristas. A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) defende a exigência de contrato laboral para os motoristas.

Uma das propostas da AMT que não colhe o aplauso unânime de operadores e motoristas é a obrigatoriedade de celebração de contratos de trabalho entre os operadores de TVDE e os seus motoristas. "Os operadores não sabem se a lei vai exigir contrato com os motoristas, por isso estão a adiar investimentos", adiantou Pedro Jordão, vice-presidente da Associação Nacional Movimento TVDE (ANM-TVDE).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG