O Jogo ao Vivo

Pandemia

IPO do Porto entrega medicamentos em casa dos doentes

IPO do Porto entrega medicamentos em casa dos doentes

A Farmácia do Instituto Português de Oncologia do Porto começa esta semana a entregar em casa dos doentes a medicação, depois de ter criado um programa próprio de serviço ao domicílio, sem intermediários.

O serviço é gratuito e destina-se aos utentes que se encontrem "impossibilitados de conseguirem por meios próprios levantar a sua medicação", seja pessoalmente, seja através de um cuidador, explica a diretora dos Serviços Farmacêuticos do IPO, Florbela Braga, em comunicado.

A entrega de medicamentos ao domicílio integra um conjunto de medidas levadas a cabo desde março, que pretende reduzir os riscos associados às deslocações dos doentes, entre as quais está a mudança da medicação a ceder, que passou de mensal para bimestral e, em alguns casos, semestral.

PUB

"Dada a vulnerabilidade e necessidade dos doentes oncológicos, este era um projeto que já estava em cima da mesa antes da pandemia, mas que agora se tornou eminente. A Farmácia de Ambulatório do IPO do Porto dispensa medicação mensalmente a cerca de 2500 doentes, num total de 3000 prescrições médicas", explica Florbela Braga.

O cumprimento do plano terapêutico e a garantia de uma maior segurança aos utentes do IPO do Porto são os dois grandes objetivos do projeto, que conta com o apoio de diversos parceiros, nomeadamente na área da distribuição.

O hospital garante que os serviços de entrega cumprem a legislação em matéria de certificação de transporte de medicamentos, com todas as garantias de segurança envolvidas.

Os doentes que queiram receber os medicamentos em casa devem inscrever-se no site da instituição, através do preenchimento de um formulário ou via email.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG