O Jogo ao Vivo

Premium

Isabel Camarinha: "É uma grande honra ser a primeira mulher a liderar a CGTP"

Isabel Camarinha: "É uma grande honra ser a primeira mulher a liderar a CGTP"

A sucessora de Arménio Carlos diz que a renovação da Intersindical está a ser feita "há muitos anos" e garante que já há empresas a aproveitarem-se do aumento do período experimental.

Aos 59 anos, Isabel Camarinha prepara-se para ser a primeira mulher a liderar uma central sindical - no caso, a CGTP. A presidente do Sindicato do Comércio e Serviços de Portugal, que vai suceder a Arménio Carlos no congresso de hoje e amanhã, no Seixal, diz ser "uma grande honra" chegar ao cargo. Quer fazer do combate à precariedade uma bandeira, aponta o dedo ao PS em matéria de legislação laboral e, apesar de o limite de idade determinar que só possa ser secretária-geral durante quatro anos, recusa assumir-se como líder de transição.

O que espera do congresso?