O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Isolamentos adiam obras, cancelam voos e fecham fábricas

Isolamentos adiam obras, cancelam voos e fecham fábricas

Produtividade afetada em profissões onde o teletrabalho não é possível. Aumento do número de contágios tinge setores já com falta de mão de obra.

O aumento do número de casos de trabalhadores em isolamento, seja por infeção por covid-19 ou devido aos contactos de risco, está a deixar vários setores sem capacidade produtiva. A aviação, a construção civil e a indústria são algumas das áreas em que as dificuldades mais se sentem, ainda que por motivos diferentes. Há voos adiados, fábricas que fecharam e obras públicas atrasadas e paradas, porque quem as tinha de fazer está em casa isolado ou doente.

Os subsídios atribuídos pela Segurança Social devido a doença covid ou isolamento profilático nas três primeiras semanas de dezembro superam os apoios dados em novembro. Entre 1 e 21 de dezembro, foram aprovados 23,1 mil pedidos por doença covid, o que é quase o triplo dos 8,9 mil registados em novembro. Os subsídios por isolamento do próprio (14,9 mil) ou de um dependente (18,6 mil) também aumentaram, como noticiou esta semana o JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG