PSD

"Já devia ter saído", diz Rio sobre demissão de Cabrita

"Já devia ter saído", diz Rio sobre demissão de Cabrita

O presidente do PSD, Rui Rio, disse, este sábado, que "é notório" que Eduardo Cabrita "já devia ter saído" do Governo.

"A menos de dois meses de eleições., para mim, é notório que o ministro já devia ter saído. O primeiro-ministro quis mantê-lo, por isso corresponsabilizou-se por todos os dossiês e erros que foram acontecendo e agora lá combinaram entre os dois que é melhor sair, se não será um desgaste muito grande para o Governo", afirmou Rio.

Questionado sobre o facto de a pasta da Administração Interna ser acumulada por Francisca Van Dunem, o líder social-democrata disse que estava "bem escolhido".

"Nestes dois meses que faltam, a lógica é que não é para fazer nada. E não sendo para fazer nada, olhando para a atuação da ministra da Justiça no Ministério da Justiça, acho que está bem escolhido. Não fez nada no Ministério da Justiça, nada vai fazer na Administração Interna", continuou. "Não valia estar a por um ministro se tem ali à mão uma pessoa

Sobre uma possível coligação com o CDS, o PSD "não decidiu formalmente, mas tem de o fazer". Para isso, Rio vai reunir com a Direção Nacional na terça-feira à tarde que antecede o Conselho Nacional, onde será decidido se será proposto ou não a coligação com o CDS e "eventualmente" com o PPM.

O social-democrata adiantou que "há pessoas a favor e pessoas contra", mas escusou-se a dar a sua opinião pessoal.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG