O Jogo ao Vivo

Coronavírus

Já foram feitos mais de 190 mil testes Covid-19, média de dez mil/dia

Já foram feitos mais de 190 mil testes Covid-19, média de dez mil/dia

Desde março já foram feitos mais de 190 mil testes de Covid-19, com uma média de dez mil por dia. "O aumento da testagem não se refletiu num aumento proporcional de testes positivos", sublinha o secretário de Estado da Saúde.

"Portugal realizou, desde 1 de março, mais de 190 mil testes de Covid-19 - 52% em laboratórios públicos, 45% em privados e 3% em outros estabelecimentos. Desde 1 de abril, estamos a aproximar-nos de uma média de dez mil testes por dia. Temos hoje uma taxa de quase 18 mil testes por milhão de habitantes, superando alguns países como a Alemanha e a Áustria", sublinhou António Lacerda Sales, na conferência de imprensa sobre a evolução epidemiológica da Covid-19.

"O aumento da testagem não se refletiu num aumento proporcional de testes positivos, o que é um bom indicador", frisou o secretário de Estado da Saúde.

Em relação às 537 vítimas mortais por Covid-19 em Portugal, mais 32 óbitos do que na segunda-feira, António Lacerda Sales indicou que "a taxa de letalidade global é de 3,2% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 11,4%".

O secretário de Estado da Saúde reiterou ainda que "o SNS24 continua a ser porta preferencial de entrada de suspeitos e infetados de Covid-19 no Serviço Nacional de Saúde. Os tempos de resposta foram otimizados e hoje a linha [telefónica] atende 11 mil pessoas por dia".

"É preciso que as pessoas tenham confiança num SNS que soube retirar do seus hospitais e centros de saúde o que não era urgente, zelando assim pela segurança e saúde de todos, mas que soube adaptar a sua resposta para Covid e não Covid com a criação de circuitos bem distintos", declarou.

"Doentes crónicos, oncológicos, cardíacos, ou outros, que sintam alguma descompensação do seu estado clínico devem recorrer ao seu médico assistente ou à linha SNS24", apelou.

António Lacerda Sales considera que "estamos numa fase decisiva da nossa luta coletiva. É uma altura em que as pessoas mais acusam o cansaço e exaustão do confinamento mas, como disse o primeiro-ministro esta manhã, temos de ser resilientes".

A concluir, o secretário de Estado da Saúde indicou que mais de 200 empresas manifestaram vontade de produzir "máscaras de utilização comunitária" contra a Covid-19 conforme as especificações do Infarmed e "algumas estão em condições de o fazer já esta semana".

Outras Notícias