O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Já morreram 11 pessoas na construção civil este ano

Já morreram 11 pessoas na construção civil este ano

As duas mais recentes estavam a pintar um prédio em Almada quando o andaime se desprendeu de uma altura de cinco andares.

Dois trabalhadores da construção civil morreram ontem, em Almada, quando o andaime suspenso (bailéu) onde trabalhavam na fachada de um prédio se desprendeu de uma altura de cinco andares e caiu. As vítimas, pintores da empresa que tinha começado a laborar esta semana no local, ficaram encarceradas na plataforma de alumínio e tiveram morte imediata. Com estes dois portugueses, de idades entre os 40 e 50 anos, são já 11 os trabalhadores que este ano morreram a trabalhar nas obras, revelou ontem ao JN o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção, Albano Ribeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG