Alberto João Jardim

João Jardim: É "triste ver Portugal" como "uma pessoa que perdeu o juízo"

João Jardim: É "triste ver Portugal" como "uma pessoa que perdeu o juízo"

O presidente do Governo Regional da Madeira afirmou, esta terça-feira, ser "triste ver Portugal estar sob tutela estrangeira", comparando a situação do país a uma pessoa que "perdeu o juízo" e precisa de um tutor.

Este projecto foi realizado pelo executivo madeirense através da Investimentos e Gestão de Água (IGA), representou um investimento público superior a dois milhões de euros, e foi financiado pelo Orçamento Regional e pela União Europeia.

"É triste este Portugal, neste momento, estar sobre tutela estrangeira", declarou Alberto João Jardim. "Portugal é uma espécie daquela pessoa que perdeu o juízo, que não tem condições para se governar e que as famílias recorrem ao juiz e este arranja um tutor para gerir o fulano que não é bom de cabeça", acrescentou.

"Portugal está hoje sob tutela, deu provas que não estava bom de cabeça e arranjou-se uns fulanos para governar Portugal", frisou.

O social-democrata madeirense declarou ainda: "numa altura em que nem o FMI ainda encontrou soluções e não as apresentou, vejo todos os dias na Madeira um monte de salvadores da pátria, têm todos soluções para tudo".

Anunciou que vai apresentar as suas soluções "quando se apresentar um programa de Governo para a região".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG