Tribunal

Juiz Neto de Moura processa Catarina Martins e humorista Diogo Batáguas

Juiz Neto de Moura processa Catarina Martins e humorista Diogo Batáguas

O juiz Neto de Moura está a preparar os processos a apresentar em tribunal contra as personalidades que considera terem-se excedido nas críticas que lhe foram feitas, na sequência das polémicas decisões sobre casos de violência doméstica. A lista já vai em sete.

Nos últimos três meses, foram acrescentados mais dois nomes à lista do primeiro lote de queixas, avança a TSF: Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, e Diogo Batáguas, humorista com forte presença no Youtube, onde publicou um vídeo sobre Neto de Moura, que teve mais de 161 mil visualizações.

O advogado de Neto de Moura, Ricardo Serrano Vieira, detalhou àquela rádio que o prazo para apresentar os processos é de três anos, mas que a meta é entregá-los até ao final deste, sendo que os alvos das queixas ainda estão a ser estudados, tendo em conta o que foi escrito e dito nos vários meios de comunicação. O objetivo é processar todos os que, na visão de Neto de Moura, ultrapassaram os limites da liberdade de expressão, afiançou o advogado.

Os outros cinco alvos já conhecidos desde março são os humoristas Ricardo Araújo Pereira e Bruno Nogueira, a deputada Mariana Mortágua e os comentadores Joana Amaral Dias e Manuel Rodrigues.

De acordo com Ricardo Serrano Vieira, o valor das indemnizações, ainda não divulgado, será diferente conforme o dano causado pelos visados ao juiz do Tribunal da Relação do Porto.