Covid-19

Laboratórios privados estão a cobrar de 100 a 200 euros pelo teste do coronavírus

Laboratórios privados estão a cobrar de 100 a 200 euros pelo teste do coronavírus

Testes efetuados fora do circuito da Direção-Geral de Saúde não são comparticipados.

Há laboratórios privados que estão a fazer o teste de despistagem do Covid-19, o novo coronavírus, por cerca de 200 euros.

No grupo de laboratórios Germano de Sousa, o preço praticado é o mais elevado: 200 euros. Já nos laboratórios Dr. Joaquim Chaves, o valor individual anda à volta dos 101 euros. Em média, cada laboratório receberá 25 pedidos por dia para estes testes, apurou o diário "Público".

O custo elevado para despistar sintomas da nova doença que surgiu na China no final de 2019 está ligado à importação de kits do estrangeiro, revelou o clínico Germano de Sousa, ex-bastonário da Ordem dos Médicos.

O médico admite que, caso haja aumento na procura, o preço pode eventualmente descer para os 100 euros.

Qualquer teste de despistagem pode ser feito gratuitamente no circuito definido pela Direção Geral de Saúde.

Teste sem sintomas não faz sentido

Nos laboratórios Dr. Joaquim Chaves, a maioria dos testes está a ser feita ao domicílio e a pedido do utente que não apresenta qualquer receita médica. Nos laboratórios Germano de Sousa, a maioria dos pacientes vem encaminhada de hospitais privados, e com indicação médica e receita.

A maioria das pessoas que efetuou o teste de despistagem, decidiu fazê-lo por ter viajado para uma zona afetada onde já foram detetados casos positivos. Mas muitas decidem fazer a despistagem sem terem sentido qualquer sintoma da doença.

Em ambos os laboratórios, o custo dos testes não é comparticipado pelo Estado.

Estes laboratórios estão certificados e devem seguir os protocolos para a realização dos testes do coronavírus, como apontou na semana passada a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

Segundo a especialista em doenças infecciosas Margarida Tavares, que participou esta semana numa sessão de esclarecimento pública da Ordem dos Médicos, "não faz sentido fazer o teste sem sintomas". E "porque a doença tem um período de incubação, o resultado hoje pode ser negativo mas amanhã dar positivo", diz a especialista.

A Direção Geral de Saúde aconselha sempre a passagem pela linha de saúde SNS24, cujo número é o 800242424.

Outras Notícias