Inclusão Social

Leonor Beleza reconduzida na presidência da EPIS

Leonor Beleza reconduzida na presidência da EPIS

A antiga ministra da Saúde do governo de Cavaco Silva continua na presidência da direção da associação EPIS, Empresários pela Inclusão Social, para o triénio 2022/2024, que fica constituída por sete associados e, pela primeira vez, maioritariamente composta por mulheres (4 em 7). No ano letivo de 2021/2022, a EPIS acompanhou 9 263 alunos, em todos os níveis de ensino, em 265 escolas de 41 concelhos do continente e 4 ilhas dos Açores, com o apoio de 134 mediadores.

Foi também aprovado o plano de ação com o compromisso "Mais perto, mais longe", com que a EPIS pretende estar "mais perto dos que mais precisam e chegar mais longe, para ajudar mais e melhor, alunos e famílias em todo o país".

"No mandato de três anos que agora se inicia, a nossa prioridade é estar ainda mais perto dos que mais precisam - crianças, jovens e famílias mais vulneráveis, incluindo imigrantes e refugiados - e chegar mais longe em termos de cobertura geográfica e de impacto dos nossos programas, com o apoio de cada vez mais empresas, instituições e outros parceiros alinhados com a missão da EPIS", afirma Leonor Beleza, citada no comunicado de imprensa da EPIS.

Leonor Beleza volta a presidir a direção da EPIS, com Paulo Macedo (início de funções que está dependente da não oposição do Banco de Portugal à acumulação deste cargo com o de vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos), Jorge Quintas (Fundação Amélia de Mello), Teresa Abecasis (Fundação Galp), Rui Pedroto (Fundação Manuel António da Mota), Sara Miranda (Jerónimo Martins) e Graça Borges (Super Bock Group) enquanto membros associados.

Dois novos programas

A EPIS também atribui, anualmente, bolsas sociais, tendo triplicado o seu investimento face a 2019 e passaram a abranger licenciaturas e mestrados. "No último ano foi possível a adesão de 6 novos associados e 10 novos parceiros, o que representou o maior reforço de sempre da base de parceiros da EPIS", afirmam em comunicado.

Em 2022/2023, a EPIS prevê lançar dois novos programas: "Programa de educação para a saúde mental nas escolas", em parceria com a Zurich Foundation e a Universidade de Coimbra, e "Mais longe", programa piloto de capacitação de mães e pais para o aumento da qualificação das famílias mais vulneráveis, em parceria com a Junta de Freguesia de Pontinha e Famões (Odivelas). Em 2022/2024, a EPIS pretende ainda disseminar o "Mapa Mundo", um programa para estimulação da curiosidade intelectual e cultura geral através da exposição dos alunos a experiências marcantes, a novos contextos e a diferentes profissões.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG