Demissão

Líder do Chega Porto demite-se

Líder do Chega Porto demite-se

O até agora presidente da Distrital do Porto do Chega, considerado um dos mais influentes da máquina do partido, demitiu-se esta quarta-feira do cargo. José Lourenço invocou "motivos de ordem pessoal".

Numa mensagem publicada no Facebook, José Lourenço negou que a demissão esteja relacionada com o mau resultado do partido Chega nas Eleições Presidenciais de domingo naquele distrito, o pior a nível nacional, e referiu que a decisão já estava tomada "desde dezembro do ano passado".

"Desenganem-se os abutres que pensam que o resultado do Porto foi mau. Não o foi. Um Distrito hostil para André Ventura e para o CHEGA, onde a dificuldade de penetração é maior que em qualquer outro ponto do país", garantiu, numa referência às reações em torno dos resultados alcançados pelo candidato a Belém no distrito do Porto, onde Ventura teve a menor percentagem de votos (8.42%) comparando com os restantes distritos.

"Os RSI's estão em maior número no país no Distrito do Porto, Rui Pinto tem ligações próximas de Ana Gomes, Pinto da Costa apoiou publicamente Ana Gomes. Não sendo André Ventura um homem do Porto, tudo fica mais difícil", justificou o agora demissionário, assegurando que Ventura "gosta, respeita e admira o Porto".

Na publicação, onde pede ainda que se apoie André Ventura, José Lourenço lança um aviso para o interior do partido: "Os abutres que se podem perfilar no horizonte, não são mais que meros instrumentos de uma extrema-direita, já obsoleta e descontinuada. Inclusive muitos deles já não fazem parte do partido e outros suspensos e em vias de serem expulsos", afirmou.

Além de conselheiro do antigo cônsul César de Paço, considerado um dos apoiantes e financiadores do Chega e recentemente visado numa investigação da SIC, José Lourenço era também uma das pessoas mais influentes do partido. Esteve ainda envolvido em alguns conflitos internos com outros dirigentes, mas foi sempre apoiado pela direção nacional do Chega, onde está também Diogo Pacheco de Amorim, seu aliado e amigo, a quem deixou "um abraço especial e sentido".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG