Redes Sociais

Líder do PAN recebe ameaça de morte e faz queixa ao Ministério Público

Líder do PAN recebe ameaça de morte e faz queixa ao Ministério Público

Inês Sousa Real, deputada e líder do partido Pessoas Animais Natureza (PAN), recebeu uma ameaça de morte e anunciou que vai enviar queixa ao Ministério Público.

Desde que assumiu a liderança do PAN, Inês Sousa Real tem sido alvo de insultos nas redes sociais e, recentemente, recebeu também uma ameaça de morte. Foi a própria que divulgou o caso na rede social Twitter, dando conta do teor de algumas dessas mensagens.

"És uma porca", "vadia", "metes nojo" são alguns dos insultos endereçados à deputada, além da ameaça "mete-te a pau com o que dizes senão vais ser morta".

"Confesso que não compreendo como é que alguém se sente no direito de ofender e ameaçar outra pessoa, pelo simples facto de estar na política e de defender as causas em que acredita", refere Inês Sousa Real na legenda da publicação.

"Aceito e respeito quem tem ideias diferentes das minhas e do partido que represento, debatendo-as de forma séria e respeitadora, mas não aceito nem tolero de forma alguma que alguém se sinta no direito de me ameaçar, ofender ou até procurar coagir", acrescenta a líder do PAN.

"Não me calarei", garante. "Todas estas mensagens e demais que vou recebendo, vão ser devidamente encaminhadas para o Ministério Público, pelas injúrias, ameaças e tentativa de coação", acrescenta.

PUB

Inês Sousa Real considera que "estas mensagens são apenas puro ódio destilado, mas que não podem passar inconsequentes".

No passado sábado, Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, também doi insultado e ameaçado por um grupo de negacionistas, num restaurante em Lisboa. A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG