Nacional

"Líder do PSD deitou o Governo abaixo", acusa José Sócrates

"Líder do PSD deitou o Governo abaixo", acusa José Sócrates

O primeiro-ministro, José Sócrates, voltou, este domingo, a acusar o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, de ter deitado "o Governo abaixo, há 37 dias", sem que até agora tenha apresentado uma alternativa política.

"Há 37 dias que o líder do PSD deitou o Governo abaixo. Ele não acha que é o momento de apresentar as suas propostas, a sua alternativa? Afinal de contas, criou uma crise política, fez Portugal passar pelo que está a passar e não apresenta qualquer alternativa?", questionou.

Já na qualidade de secretário-geral do PS, no sábado à noite, em Évora, durante um jantar com militantes e simpatizantes do partido, José Sócrates tinha desafiado o PSD a parar com o que classificou de "jogo infantil" e a avançar com o seu programa político.

Esta manhã, durante a inauguração das obras de requalificação da escola secundária de Vila Viçosa, já na qualidade de primeiro-ministro, Sócrates retomou as críticas aos sociais-democratas, nomeadamente ao fórum "Mais Sociedade", que terminou sábado, em Lisboa.

"Reúnem toda aquela gente durante um fim-de-semana, todos achávamos que finalmente iria sair dali alguma ideia", mas "a frustração foi total", frisou.

O que se passa com o PSD "não é bem não terem ideias", mas sim "terem-nas, mas estarem a escondê-las", argumentou Sócrates, que já no sábado à noite tinha expressado esta ideia de que os sociais-democratas temem o impacto eleitoral das suas propostas.

No jantar de sábado, em Évora, o secretário-geral do PS também aludiu aos "37 dias" passados desde que o PEC foi chumbado, desafiando o PSD a apresentar as respetivas propostas, pois, só assim será possível "um debate sobre as ideias, sobre o caminho" para o país.