Sondagem

Líderes dos partidos mais pequenos todos no vermelho

Líderes dos partidos mais pequenos todos no vermelho

Com a exceção de António Costa e Rui Rio, todos os restantes líderes partidários estão no "vermelho", ou seja, com saldo negativo (diferença entre avaliações positivas e negativas) no barómetro de dezembro da Aximage para o JN, DN e TSF. Mas há tendências diferentes.

Este mês, e apesar do resultado final negativo, a popularidade de Catarina Martins (BE), Jerónimo de Sousa (PCP) e João Cotrim Figueiredo (Iniciativa Liberal) evoluiu no melhor sentido. A bloquista recuperou 11 pontos entre novembro e dezembro e tem agora um saldo de 10 pontos negativos; o comunista recuperou 10 pontos e está agora nos 20 negativos; o liberal cresceu cinco e fica com escassos dois pontos negativos, quase na linha de água.

Ao contrário, Inês Sousa Real (PAN), Francisco Rodrigues dos Santos (CDS/PP) e André Ventura (Chega) estão em trajetória descendente. A líder do partido animalista e ambientalista caiu 11 pontos, para um saldo negativo de 15, provavelmente empurrada pelas polémicas relacionadas com as explorações agrícolas que já foram suas e são agora de familiares.

Ventura no fundo

O centrista caiu oito pontos para 33 negativos, o seu pior resultado nesta série de barómetros, num movimento influenciado pela dura controvérsia interna, depois de ter adiado o congresso eletivo para depois das legislativas.

Pior só mesmo o líder do Chega, que perde mais seis pontos para ficar com 51 de saldo negativo (com destaque para o castigo entre os que vivem na Área Metropolitana do Porto e os que têm 65 ou mais anos).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG