Exclusivo

Liga acusa INEM de anunciar meios de bombeiros sem os consultar

Liga acusa INEM de anunciar meios de bombeiros sem os consultar

António Nunes, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP), vai reunir com o Ministério da Saúde por discordar da forma como o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou o reforço de meios a partir de 1 de agosto. "A Liga vai exigir que as cláusulas [do acordo] sejam cumpridas", afirma ao JN. Entre elas, está a procura de "soluções partilhadas" com os bombeiros.

O reforço de meios, anunciado na quinta-feira pelo INEM e que entra em vigor na próxima segunda-feira, está a motivar críticas da Liga dos Bombeiros Portugueses. O presidente António Nunes diz que os bombeiros não foram tidos em conta, apesar de existir um acordo tripartido entre o INEM, a Liga e a Autoridade de Emergência e Proteção Civil, no que toca à prestação de serviços de emergência pré-hospitalar. A LBP já tem uma reunião agendada para a próxima segunda-feira com o gabinete do secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Lacerda Sales, para fazer o INEM "cumprir as cláusulas", mas admite quebrar o acordo se o problema se mantiver.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG