Contas

Livre vai manter subvenção mensal de 13 mil euros

Livre vai manter subvenção mensal de 13 mil euros

O Livre decide este sábado, no seu congresso em Lisboa, o futuro de Joacine Katar Moreira no partido, pondo um ponto final ao clima de guerrilha. Qualquer que seja o desfecho, mas que se inclina para a perda da confiança da parlamentar, o partido será o que menos vai sofrer o impacto do esperado divórcio. O Livre não perde a subvenção mensal do Estado, no valor de 13 mil euros. Já a parlamentar vai ter de passar a fazer contas aos gastos na Assembleia da República (AR).

O JN apurou, junto de fontes do Parlamento, que se Joacine deixar de representar o partido, o Livre fica com a subvenção mensal a que tem direito pelos votos conseguidos nas legislativas: cerca de 13 mil euros até 2023. Além disso, o partido já usufruiu de cerca de dez mil euros logo após as eleições, para cobrir as despesas da campanha eleitoral.

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG