Congresso CDS

Lobo d'Ávila saúda vencedor e apresenta lista ao Conselho Nacional

Lobo d'Ávila saúda vencedor e apresenta lista ao Conselho Nacional

Filipe Lobo d´Ávila, candidato derrotado no 28.º congresso nacional do CDS, saudou o vencedor, Francisco Rodrigues dos Santos, e prometeu continuar a participar na vida do partido, no Conselho Nacional.

Minutos depois de terem sido proclamados os resultados da votação das moções de estratégia global, depois das 3.30 horas, em que a de Rodrigues dos Santos foi a mais votada, Lobo d´Ávila não disse se ficou desiludido com o resultado. "Foi o resultado que os congressistas quiseram dar", admitiu, antes de "dar os parabéns ao vencedor".

De resto, prometeu que continuará a fazer aquilo que o grupo Juntos pelo Futuro fez nos últimos anos, "participando no 'parlamento' interno do CDS", ou seja, no conselho nacional, órgão mais importante entre congressos, para o qual voltará a apresentar uma lista.

E ainda procurar que "o CDS possa cumprir os objetivos" que definiu paria o congresso, ou seja, de "recuperar a credibilidade, a confiança dos portugueses e ter uma mensagem que seja clara e percetível".

"Para que nos concentremos a puxar as pessoas que estão lá fora", concluiu.

A moção de estratégia de Francisco Rodrigues dos Santos foi a mais votada, com 671 votos (46,64%), no 28.º congresso do CDS, em Aveiro.

A segunda mais votada foi a de João Almeida, com 562 votos (38,9%), e a terceira, a de Filipe Lobo d'Ávila, com 209 (14,45%), anunciou depois o secretário-geral do partido, Pedro Morais Soares.

Os dois candidatos derrotados apenas vão apresentar listas ao conselho nacional do partido, pelo que Rodrigues dos Santos será o único a apresentar lista à direção nacional e ser eleito líder ao final da manhã.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG