Ensino Superior

Luís Portela e Jorge Alberto Costa distinguidos com Honoris Causa pela Universidade de Lisboa

Luís Portela e Jorge Alberto Costa distinguidos com Honoris Causa pela Universidade de Lisboa

Luís Portela e Jorge Alberto Costa, reconhecidos pelo seu percurso na área da Saúde, quer pela investigação e quer pela inovação, foram distinguidos, esta quinta-feira, com os graus de Honoris Causa pela Universidade de Lisboa, sob proposta da Faculdade de Medicina.

"O título de Doutor Honoris Causa é atribuído a personalidades eminentes, nacionais ou estrangeiras, que se tenham distinguido na atividade académica, científica, profissional cultural, artística, cívica ou política, ou que hajam prestado altos serviços à Universidade, ao país ou à Humanidade", segundo a Universidade de Lisboa

Luís Portela concluiu a licenciatura em Medicina na Universidade do Porto, onde também foi presidente do Conselho Geral daquela universidade. Mas, apenas se dedicou à atividade clínica e docente universitária nos primeiros anos de carreira. Desde então, abraçou o projeto da Bial, empresa de família, onde foi CEO e chairman. Recentemente, em 2021, passou a dedicar-se à Fundação Bial, que preside.

Luís Portela garante ter prometido a si mesmo que, "logo que tivesse algum dinheiro disponível, procuraria apoiar investigadores na área da Saúde". Desta forma, desenvolveu o Centro de Investigação no Grupo Bial, especializado na investigação de novos fármacos. Assim como, a Fundação Bial, que incentiva a investigação centrada sobre o ser humano, quer a nível físico, quer a nível espiritual.

Também Jorge Alberto Costa foi distinguido pela Universidade de Lisboa, cuja formação passou pelo Rio de Janeiro e Estocolmo. Na área da Educação, também foi professor catedrático, diretor e vice-reitor da Universidade Estatual do Rio de Janeiro. Já viajou por mais de 140 países onde realizou missões, conferências, cursos e congressos, e conta com mais de 300 artigos escritos e é autor de vários livros.

A ligação com Portugal sobressai há vários anos, pois é descendente de portugueses. Já deu cursos e conferências na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, do Porto e de Coimbra. Atualmente, vive em Portugal e é diretor médico e científico da GERMED.

Ao longo dos anos, valorizou sempre a vertente social da Medicina, através da criação do serviço de Psiquiatria na Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro, na atribuição de bolsas de estudo a jovens e como presidente da Associação Mundial de Psiquiatria Social. Além das dezenas de cargos internacionais, é de sublinhar a função de diretor executivo internacional da OMS em Genebra. Após a atribuição do grau, Jorge Alberto Costa referiu que pretende continuar a "lutar para melhorar o sofrimento humano, através do progresso do conhecimento e pelo aperfeiçoamento de sociedades humanas".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG