Pedro Passos Coelho

Madeirenses saberão distinguir "responsabilidades" e "peso" com que vão arcar

Madeirenses saberão distinguir "responsabilidades" e "peso" com que vão arcar

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, defendeu, esta quarta-feira, que os madeirenses saberão endereçar responsabilidades e "o peso que vão arcar para os anos seguintes" nas eleições regionais na Madeira.

"Todos aqueles que na Madeira forem chamados a votar, saberão qual é o endosso de responsabilidades o peso que vão arcar para os anos seguintes", afirmou Passos Coelho no Parlamento durante o debate quinzenal.

O chefe de Governo sublinhou que o Executivo não irá "impor programas a instituições que são escolhidas pelos eleitores" nem na Madeira nem nos Açores.

"Nós faremos valer os direitos dos madeirenses nas escolhas que eles fizerem para construir o programa de ajustamento que vai ser realizado, mas os madeirenses vão saber, quando escolherem esse Governo, qual é o conjunto das responsabilidades que vão herdar", declarou.

Passos Coelho disse que "o país tem sido solidário e nunca deixará de ser solidário" com a região autónoma.

"Não confundimos os autores das responsabilidades com os eleitores e os cidadãos", afirmou.

"Esta solidariedade que nós manifestamos ao longo de muitos anos, não terminará nestas eleições, mas deverão ser os madeirenses os primeiros a ser chamados a corrigir um problema que terá sido criado por aqueles que eles próprios escolheram. Esta é a missão que um Governo isento deve ter e é a missão que o meu Governo assegurará", argumentou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG