Investigação

Mãe desmente hospitais e diz que bebé viveu mais dois dias

Mãe desmente hospitais e diz que bebé viveu mais dois dias

Tatiana confirma versão do JN sobre morte da filha após transferência de Faro. Não terá havido autópsia.

Tatiana Paulo Nunes, a grávida que na última sexta-feira foi transferida do Hospital de Faro para o Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra), por indisponibilidade de incubadoras na unidade algarvia, confirmou quinta-feira a versão que o JN noticiou em exclusivo na véspera, que referia que o óbito, ao contrário do que foi veiculado, ocorreu na tarde de segunda-feira e não poucos minutos após o parto.

O JN teve também acesso ao assento de óbito que desmente os dois hospitais. Ao contrário do que ambos afirmaram, a bebé morreu na segunda-feira, dia 5, às 17.15 horas. Diana já tinha dois dias de vida.

Ler mais na edição impressa ou epaper

Outras Notícias