O Jogo ao Vivo

Legislativas

Maior parte dos votos vieram de emigrantes que vivem na Europa

Maior parte dos votos vieram de emigrantes que vivem na Europa

Quintuplicou o número de inscritos que participaram nas eleições legislativas.

Perto de 150 mil emigrantes participaram nas eleições legislativas, segundo o volume de cartas que foram remetidas até ao final da tarde desta terça-feira. Trata-se do quíntuplo face às eleições de 2015. A maior parte, mais concretamente 71%, residem na Europa. Os votos serão contados esta quarta-feira e até ao final da noite deverão ser conhecidos os resultados finais das eleições para a Assembleia da República.

Segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, até ao final da tarde de ontem, tinham chegado 147.154 cartas com os votos da emigração, que elegem quatro deputados: dois pelo círculo da Europa e dois pelo círculo Fora da Europa. Ou seja, participaram nas legislativas 10% dos eleitores recenseados no estrangeiro, menos 1% do que em 2015.

Isso não significa, contudo, que a abstenção tenha sido maior. É que, em quatro anos, passou-se de um universo de 242 852 eleitores para 1 466 754, devido ao recenseamento automático. Em 2015, votaram 28 354 emigrantes. Agora foram 147 mil, ou seja, o quíntuplo, dos quais 71% (105 444) residem na Europa e 24,9% (36 658) na América. Nessas contas não entram, todavia, os 32 596 eleitores da África do Sul. É que, devido a atrasos com os correios locais, as cartas não chegaram a tempo.

Recorde-se que registaram-se também problemas no Reino Unido, em França, na Alemanha e no Brasil, por causa do porte pago, uma modalidade que estreou nas legislativas do dia 6. Para o Ministério da Administração Interna, tratou-se de "incidentes pontuais", que foram resolvidos "quer pela intervenção dos serviços consulares, quer pelos CTT junto dos serviços postais locais".

Os votos da emigração estiveram guardados num cofre do Ministério da Administração Interna. Foram levados pela PSP para o pavilhão do Casal Vistoso, onde serão contados esta quarta-feira. A contagem será feita em 100 mesas e estima-se que os resultados sejam conhecidos até às 22 horas.

Outros Artigos Recomendados