O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Maioria das vítimas da covid são idosos, mas não há reforço de vacina

Maioria das vítimas da covid são idosos, mas não há reforço de vacina

Mais de 77% das vítimas mortais em 14 dias tinham mais de 70 anos. Peritos salientam fragilidade e garantem que imunidade se mantém muito elevada.

Nos últimos 14 dias, das 136 pessoas que morreram em Portugal vítimas de covid-19, 105 tinham mais de 70 anos, mas especialistas ouvidos pelo JN afastam a necessidade de reforço da vacinação dos mais idosos, porque a "imunidade mantém-se muito elevada".

Segundo o relatório de sábado da situação, 19 dos 20 óbitos de sexta-feira referem-se a pessoas com mais de 80 anos (13 casos) e do grupo dos 70 aos 79 (seis). Analisando os dados da Direção-Geral da Saúde entre os dias 10 e 23, o JN verificou que 77,2% das 136 vítimas mortais tinham mais de 70 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG