Exclusivo

Maioria das vítimas da covid são idosos, mas não há reforço de vacina

Maioria das vítimas da covid são idosos, mas não há reforço de vacina

Mais de 77% das vítimas mortais em 14 dias tinham mais de 70 anos. Peritos salientam fragilidade e garantem que imunidade se mantém muito elevada.

Nos últimos 14 dias, das 136 pessoas que morreram em Portugal vítimas de covid-19, 105 tinham mais de 70 anos, mas especialistas ouvidos pelo JN afastam a necessidade de reforço da vacinação dos mais idosos, porque a "imunidade mantém-se muito elevada".

Segundo o relatório de sábado da situação, 19 dos 20 óbitos de sexta-feira referem-se a pessoas com mais de 80 anos (13 casos) e do grupo dos 70 aos 79 (seis). Analisando os dados da Direção-Geral da Saúde entre os dias 10 e 23, o JN verificou que 77,2% das 136 vítimas mortais tinham mais de 70 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG