O Jogo ao Vivo

Balanço

Mais 61 mortes no sexto dia acima dos seis mil casos, UCI bate recorde

Mais 61 mortes no sexto dia acima dos seis mil casos, UCI bate recorde

Portugal regista 6489 novas infeções e mais 61 óbitos por covid-19. Ao todo, mais de 249 mil pessoas ficaram infetadas e 3762 morreram. Já há 163 mil recuperados. O número de internados em UCI bate recorde.

No dia em que foi aprovada no Parlamento a renovação do estado de emergência, Portugal contabiliza um total de 249.498 infeções causadas pelo novo coronavírus. Esta é a sexta vez, desde o início da pandemia, em que o boletim epidemiológico apresenta um valor diário superior a seis mil casos (6489). O recorde diário de infeções foi registado na quinta-feira, com 6994 novos casos. O dia com mais óbitos foi 16 de novembro, com 91 vítimas mortais.

60% dos novos casos no Norte

Olhando isoladamente para as regiões, o Norte regista mais 3630 infeções (quase 60% do total de hoje), elevando para 128.202 o número total de casos na região. Lisboa e Vale do Tejo soma 1805 novos contágios (totaliza 86.605), o Centro tem mais 799 (em 23.720), o Alentejo mais 135 (4960) e o Algarve mais 90 (4549). No arquipélago dos Açores, há mais 29 infetados (total de 713) e a Madeira conta mais 1 (749).

Cinco vítimas tinham menos de 59 anos

Face ao boletim de ontem, há agora mais 61 vítimas mortais, elevando para 3762 o número total de óbitos por covid-19 (1932 homens e 1830 mulheres). Mais de metade das vítimas (33) foram registadas na região Norte, 15 em Lisboa e Vale do Tejo, 12 no Centro e uma no Algarve.

PUB

Como tem vindo a ser regra, a grande maioria das vítimas (37) tinha 80 anos ou mais - 18 homens e 19 mulheres. Com 70 a 79 anos, morreram 15 pessoas (9 homens e seis mulheres), com 60 a 69 anos morreram quatro pessoas (três homens e uma mulher), quatro homens na faixa dos 50-59 e um na faixa dos 40-49.

Novo máximo de doentes em UCI

Depois de ontem ter sofrido uma queda, o número de doentes internados em enfermaria volta hoje a subir para 3079 (mais 62 do que ontem). A tendência de crescimento mantém-se nas unidades de cuidados intensivos (UCI), onde há hoje 481 doentes (mais 23) - o número é o mais alto desde o início da pandemia.

Por outro lado, o número de recuperados já vai em 163 mil, mais 5076 face ao relatório anterior. Contas feitas, subtraindo ao número total de infetados o número de óbitos e recuperados, há agora 82.736 doentes ativos, mais 1352 do que ontem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG