DGS

Mais 95 mortos e perto de dez mil casos de covid-19

Mais 95 mortos e perto de dez mil casos de covid-19

Esta quinta-feira há mais 95 óbitos de covid-19 e 9927 novas infeções pelo novo coronavírus SARS CoV-2. Há mais 6356 casos ativos e 40 doentes foram internados.

Depois do recorde diário de infeções registado na quarta-feira (10.027), Portugal regista esta quinta-feira 9927 novos casos positivos. No total, desde o início da pandemia, são agora 456.533 as infeções confirmadas.

A região Norte continua a ter os valores mais elevados, com 3554 confirmações de infeção (225.957 no total acumulado desde março de 2020), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo com 3501 (148.343), o Centro com 1855 (55.523), o Alentejo com 574 (13.389), o Algarve com 348 (9184), os Açores com 68 (2232) e a Madeira com 27 (1905).

O boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) refere a existência de mais 95 óbitos devido à covid-19, o que eleva o total de vítimas mortais para 7472 desde março de 2020.

Morreram mais doentes com covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 38 óbitos, seguindo-se o Norte com mais 27, o Centro com mais 17, o Alentejo com mais dez e o Algarve com mais três. Açores (22) e Madeira (16) não registaram vítimas mortais em relação ao boletim de quarta-feira.

Um dos doentes que morreu é um homem na faixa etária dos 40-49 anos. Morreram mais dois homens entre os 50-59 anos. Há cinco óbitos entre 60-69 anos (quatro homens e uma mulher) e 25 tinham entre 70-79 anos (18 homens e sete mulheres). Com 80 ou mais anos morreram 24 homens e 38 mulheres em 24 horas.

PUB

Destaque para o aumento de 6356 casos ativos, elevando o total para 93.360. Há mais 3476 doentes que conseguiram recuperar (355.701 desde o início da pandemia) e mais 3668 estão sob vigilância das autoridades de saúde, que acompanham agora com 103.771 casos confirmados que estão em quarentena e casos suspeitos em isolamento profilático.

Em comparação com o boletim de quarta-feira, foram internados mais 40 doentes com covid-19 e há agora 3333 hospitalizados, 514 em unidades de cuidados intensivos (mais um).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG