Ensino particular

Mais de 25 escolas encerradas pelos pais

Mais de 25 escolas encerradas pelos pais

Mais de 25 escolas do ensino particular com contrato de associação foram hoje, quarta-feira, encerradas por pais e encarregados de educação, garantiu o Movimento SOS Educação, que convocou o protesto contra os cortes do financiamento decretados pelo Ministério da Educação.

"Tenho informações de que mais de 25 escolas estão fechadas", disse à agência Lusa Luís Marinho, porta-voz do Movimento SOS Educação.

Em causa está uma portaria da tutela que determina um financiamento de 80.080 euros por ano e por turma nas escolas com contrato de associação, uma verba inferior em cerca de dez mil euros ao reclamado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP).

Sublinhando não ter ainda informações sobre todos os estabelecimentos de ensino, que remeteu para mais tarde, Luís Marinho espera que até ao final do dia, o Ministério da Educação dê um sinal às direcções das escolas de que os "projectos educativos de excelência" já não estão em causa.

"Caso contrário, todas as escolas estão prontas para encerrar amanhã [quinta-feira]. Recomendámos que se fechem as portas com a força da palavra, ou seja, que cada pai diga ao seu filho para não entrar na escola", explicou.

Na terça-feira, a ministra da Educação, Isabel Alçada, garantiu que o Governo "não vai continuar a financiar privilégios nem lucros" de alguns dos 93 estabelecimentos de ensino com contrato de associação.

O porta-voz do Movimento SOS Educação condena a "contra-informação" lançada pela ministra da Educação, lembrando que algumas escolas "reinvestem" esses lucros na melhoria dos estabelecimentos de ensino.

PUB

"No entanto, acreditamos que poderá haver algumas escolas com lucros desmedidos, mas se é assim que se investigue", afirmou.

O Movimento SOS Educação diz que os pais estão "disponíveis" para fazer sacrifícios, alinhados com os sacrifícios do país, mas desde que "haja um sinal do Governo no sentido de não pôr em causa os projectos educativos de excelência" destas escolas.

"Enquanto não tivermos esse sinal serão 100 mil pais em luta", garantiu.

Mais de 60 escolas do ensino particular deverão encerrar a partir de hoje, durante um, dois ou três dias, estando também prevista a realização de cordões humanos a formar a palavra "SOS", envolvendo pais e alunos.

Segundo o Ministério da Educação, 57 estabelecimentos de ensino já assinaram adendas aos contratos de associação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG