Exclusivo

Mais de 35% dos reclusos jovens terão formação até final do ano

Mais de 35% dos reclusos jovens terão formação até final do ano

O Ministério da Justiça prevê que, até ao final deste ano, 3477 reclusos, ou seja, "mais de 35% do universo total de reclusos e jovens a cumprir medida de internamento" tenham formação, avançou fonte do ministério ao JN. Em 2020, ano de início da pandemia, o número de reclusos que frequentaram o ensino e formações foi 1952, uma queda face aos 2693 de 2019. Em 2021, o número de horas de formações voltou a ganhar força, refletindo-se numa recuperação face ao ano anterior, com 2416 formados.

A verificar-se aquilo que é a expectativa do Ministério da Justiça em 2022, este será o ano em que mais reclusos frequentarão diversas ações de formação e ensino. O número mais alto foi atingido em 2018, com 2880 reclusos que frequentaram diferentes tipologias de ensino e formações. Durante o ano de 2021, o Centro Protocolar da Justiça assegurou "116 ações de cursos EFA [Educação e Formação de Adultos] de dupla certificação e 96 ações de FMC [Formação Modular Certificada]", que abrangeram 2416 formandos, "num total de 212 ações de formação com a duração de 72 152 horas". Feitas as contas, além de outros modelos de formação, no ano letivo de 2021/2022 "frequentaram desde o Ensino Básico ao Ensino Superior 2284 reclusos", sendo que, destes, 125 frequentaram o Ensino Superior.

Entrega de diplomas

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG