Exclusivo

Mais de 65 mil animais de laboratório usados em experiências científicas em Portugal

Mais de 65 mil animais de laboratório usados em experiências científicas em Portugal

Projetos autorizados pela DGAV baixaram em 2020. Recorre-se sobretudo a murganhos (ratinhos) e ratos, mas também se utilizam peixes, coelhos e porcos.

Em Portugal foram utilizados 65 966 animais em 2020 para fins científicos, um valor abaixo de 2019 e 2018. Ao longo dos últimos anos, os cientistas têm vindo a procurar alternativas e a melhorar procedimentos de modo a minimizar o sofrimento.

Em 2020, os cientistas não dispensaram o uso de animais de laboratório, sobretudo murganhos (ratinhos), ratos e peixes-zebra, para conduzirem 62 897 investigações. De acordo com dados da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), foram usados 40 755 animais para investigação básica, sobretudo nas áreas do sistema imune, sistema nervoso, oncologia, etologia/comportamento, sistema cardiovascular, sanguíneo e linfático. Outros 22 142 foram necessários para investigação aplicada, nomeadamente sobre infeções, cancro, perturbações do sistema nervoso e psiquiátricas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG