Pandemia

Mais de 65 mil novos casos de covid-19 em dia com descida de internamentos

Mais de 65 mil novos casos de covid-19 em dia com descida de internamentos

Em 24 horas, morreram 41 pessoas com covid-19 e foram registadas 65 706 novas infeções pelo coronavírus SARS CoV-2. O número de internados voltou a descer.

Novo dia, novo recorde. A Direção-Geral da Saúde reportou, esta quinta-feira, 41 mortes e 65 706 casos de covid-19, mais 128 que ontem. É o segundo dia consecutivo com mais de 65 mil infeções. No total são 2 443 524 infeções reportadas desde o início da pandemia, período no qual morreram 19 744 pessoas.

O boletim revela uma subida de 9280 novos casos de covid-19 em relação à quinta-feira da semana passada, quando foram registados 56 426 novos casos. O número de mortes também subiu, comparativamente à semana passada: esta quinta-feira registaram-se 41 mortes, enquanto no dia 20 morreram 34 pessoas vítimas do SARS-CoV-2. Quando comparados com mesmo período do ano passado, estes números são bastante inferiores: a 27 de janeiro de 2021, 293 doentes perderam a batalha contra a covid-19.

Nos hospitais a tendência continua decrescente, hoje há 64 doentes internados. Ao todo são 2249 pessoas acamadas, 147 em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), menos sete do que na terça-feira. No mesmo dia de 2021, eram 6603 os doentes nos hospitais, dos quais 783 eram doentes graves.

Norte com mais de 40% das infeções nas últimas 24 horas

Tal como ontem, o Norte do país concentra 42% das novas infeções, onde há agora mais 27 594 casos por covid-19. Seguido pela região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), com 18 590 novos casos, depois o Centro com mais 11 430, o Algarve com 2883, o Alentejo com 2713, os Açores com 1552 e por fim a Madeira com mais 944.

Esta quinta-feira o país reportou 41 mortes, e a região de Lisboa e Vale do Tejo concentrou o maior númer delas, no total foram 17. De seguida veio o Norte, com 15 mortes, o Centro com quatro, o Alentejo com três e o Algarve com duas. Hoje há a lamentar a morte de um homem na faixa etária dos 30-39 anos, a morte de quatro homens e três mulheres com idades entre os 60 e os 69, nove homens e uma mulher na faixa etária seguinte e, por fim, 13 mulheres e dez homens com mais de 80 anos perderam a vida para o SARS-CoV-2.

PUB

Também com tendência de aumento continuam os casos ativos - são 558 129, mais 42 167 em 24 horas - e os contactos em vigilância pelas autoridades de saúde - 573 235, um acréscimo de 26 878 comparando com quarta-feira.

Por outro lado, conseguiram recuperar da doença mais 23 498 pessoas, num total de 1 865 651 recuperados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG