Recuperação das aprendizagens

Mais de quatro milhões para formação de docentes e não docentes

Mais de quatro milhões para formação de docentes e não docentes

O Governo deu luz verde ao investimento de 4,4 milhões de euros provenientes do Fundo Social Europeu para a formação de docentes e não docentes, ao abrigo do Plano 21|23 Escola +, um plano integrado para a recuperação das aprendizagens no contexto pandémico. Este ano letivo é o primeiro dos três anos de implementação do plano.

O despacho, que autoriza o lançamento de avisos para apresentação de candidaturas, foi publicado esta terça-feira em Diário da República e, segundo o Ministério da Educação, os procedimentos deverão ser lançados até ao início do próximo ano.

O documento autoriza ainda a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Capital Humano a proceder ao lançamento de avisos para a apresentação de candidaturas, no valor de 45,2 milhões de euros do Fundo Social Europeu, para outros eixos definidos no plano para a recuperações das aprendizagens, nomeadamente o reforço extraordinário de docentes. Segundo a tutela, este reforço já foi feito, tendo sido adiantadas verbas do Orçamento de Estado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG