Balanço

Oito dos nove óbitos foram na região de Lisboa. Há mais 382 infetados com covid-19

Oito dos nove óbitos foram na região de Lisboa. Há mais 382 infetados com covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais nove mortes e 382 infetados com covid-19. O número de internados voltou a descer. E há menos um paciente nos Cuidados Intensivos.

Segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde, que chegou, este sábado, com atraso, devido a questões técnicas, morreram em Portugal nove pessoas com covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas mortais de 1465 para 1474.

No mesmo período de tempo, foram registados mais 382 casos positivos da doença, num ligeiro aumento de infetados face a sexta-feira (tinham sido mais 377). Há assim, 34351 casos de infeção por SARS-CoV-2 desde o início do surto.

O número de recuperados é, agora, de 20807, o que representa um aumento de 281 face aos números avançados no boletim anterior. De acordo com a DGS, há 414 pessoas internadas, menos sete do que ontem. Em Unidade de Cuidados Intensivos está menos um paciente: são, agora, 57.

PUB

Das nove vítimas mortais contabilizadas nas últimas 24 horas, só uma foi registada na região Norte (que soma, no total, 804 óbitos). As restantes foram em Lisboa e Vale do Tejo (onde já morreram 395 pessoas).

A taxa de letalidade do vírus é, assim, de 4,3%, subindo para 17,4% em pacientes com mais de 70 anos.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo (12.818), onde se tem registado maior número de surtos, há mais 345 casos de infeção (+2,76%).

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 16.855, seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo, com 12.818, da região Centro, com 3.799, do Algarve (382) e do Alentejo (266).

Os Açores registam 141 casos de covid-19 e a Madeira contabiliza 90 casos confirmados, de acordo com o boletim hoje divulgado.

Segundo os dados da Direção-Geral da Saúde, 748 vítimas mortais são mulheres e 726 são homens.

Das mortes registadas, 996 tinham mais de 80 anos, 282 tinham entre os 70 e os 79 anos, 130 tinham entre os 60 e 69 anos, 46 entre 50 e 59, 17 entre os 40 e os 49. Há duas mortes registadas entre os 20 e os 29 anos e uma na faixa etária entre os 30 e os 39 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG