Covid-19

Mais um fim de semana de recolher obrigatório em 113 concelhos

Mais um fim de semana de recolher obrigatório em 113 concelhos

Os 113 municípios em risco muito elevado ou extremamente elevado de transmissão de covid-19 voltam, este fim de semana, a ter recolher obrigatório a partir das 13 horas deste sábado, com a maior parte do comércio e a restauração a ter também de fechar portas a essa hora.

É o quinto fim de semana consecutivo em que a proibição de circulação na via pública a partir das 13 horas ao fim de semana é aplicada nos concelhos considerados de risco muito elevado ou extremo de transmissão pelo novo coronavírus, com 113 municípios atualmente incluídos nestes dois níveis de risco. A decisão de manter esta restrição neste e no próximo fim de semana foi anunciada na semana passada pelo primeiro-ministro, que disse que a estratégia do Governo é manter o esquema em vigor até ao Natal, reduzindo depois um pouco as restrições nas festas.

Os estabelecimentos comerciais apenas podem funcionar entre as 8 e as 13 horas. A restauração pode funcionar depois desse horário, mas apenas para "take-away" e entregas ao domicílio. São consideradas exceções à obrigatoriedade de encerramento os estabelecimentos de venda a retalho de produtos alimentares, bem como naturais ou dietéticos, de saúde e higiene que disponham de uma área de venda ou prestação de serviços igual ou inferior a 200 metros quadrados, com entrada autónoma e independente a partir da via pública.

Na Área Metropolitana de Lisboa, apenas os municípios de Lisboa, Loures, Almada e Barreiro continuam incluídos na lista de 113 concelhos em que o recolher obrigatório ao fim de semana volta a ser aplicado, uma vez que oito concelhos já passaram do nível muito elevado para elevado (Odivelas, Oeiras, Seixal, Setúbal, Sintra, Amadora, Cascais e Vila Franca de Xira). Na Área Metropolitana do Porto, nove concelhos desceram do risco extremamente elevado para muito elevado e os restantes oito continuam no nível mais grave, pelo que, na prática, não há alterações em relação às restrições até agora em vigor.

Em novembro, o executivo dividiu os 278 municípios do continente em quatro grupos, consoante o nível de risco de transmissão - moderado, elevado (entre 240 e 480 casos por 100 mil habitantes), muito elevado (entre 480 e 960) e extremamente elevado (mais de 960). As listas podem ser consultadas em www.covid19estamoson.gov.pt.

PUB

Atualmente 35 concelhos estão no nível de risco extremo e 78 municípios no nível de risco muito elevado. No patamar de risco elevado estão 92 concelhos e 73 estão no nível de risco moderado (com menos de 240 casos).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG