Banca

Marcelo atento ao futuro do BPI

Marcelo atento ao futuro do BPI

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou, este domingo, estar atento ao futuro do banco BPI, por causa de falta de acordo entre os acionistas CaixaBank e Santoro Finance, e quer que haja estabilidade no sistema financeiro.

Falando aos jornalistas em Coimbra, Marcelo Rebelo de Sousa disse que o acordo encontra-se "questionado".

"Do mesmo modo que tudo fez para que se criassem condições para um acordo firme e rápido, da mesma maneira está atento a prosseguir o interesse nacional", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

O BPI anunciou no domingo que as negociações entre os catalães do CaixaBank e a Santoro Finance, da empresária angolana Isabel dos Santos, foram concluídas com sucesso, permitindo resolver a "situação de incumprimento pelo banco BPI do limite de grandes riscos".

Hoje, uma semana depois, a administração do BPI, liderada por Fernando Ulrich, anunciou que ficou sem efeito o acordo para resolver o problema da elevada exposição do banco português a Angola.

"Há uma semana foi comunicado que havia acordo e todos rejubilámos com isso, um acordo que era a conjugação de muitas vontades", recordou o chefe de Estado.

No entender de Marcelo Rebelo de Sousa, "o que importa é que seja realizado o interesse nacional, o que significa que a estabilidade do sistema financeiro, prestígio do sistema financeiro e o seu relacionamento com as instituições europeia sejam permanentemente garantidos".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG