Belém

Marcelo condecora António Variações dia 17

Marcelo condecora António Variações dia 17

António Variações será condecorado na próxima terça-feira, dia 17, pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa cerimónia restrita.

A condecoração presidencial póstuma a António Variações no Palácio de Belém ocorrerá um mês depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter anunciado a distinção e será reservada à família e à representante da comissão de homenagem que solicitou a distinção ao cantor pop, segundo confirmou ao JN, este sábado, fonte oficial da Presidência da República.

Embora não tenha sido revelada qual a ordem honorífica em concreto, esta condecoração vai destacar a vida e a obra de António Variações, natural de Fiscal, no concelho de Amares, 35 anos depois da sua morte.

O presidente da República anunciou a condecoração, a título póstumo, aquando da visita à Mata de Albergaria, o "coração" do Parque Nacional da Peneda-Gerês, para assinalar o 50º aniversário da primeira, e até hoje a única, área protegida com tal estatuto em Portugal, tendo revelado a boa nova a Carlos Dobreira, o coordenador da Comissão Promotora da Homenagem a António Variações (2018/2021), professor em Terras de Bouro, no Gerês.

Na cerimónia da próxima terça-feira, a partir das 15 horas, além dos familiares de António Variações estará a pintora Rueffa em representação da referida comissão de homenagem.

"A vida e a obra de António Variações devem ser reconhecidas por Portugal, continuando a suscitar o estudo e investigação no ensino politécnico e universitário português, sendo que a nível internacional, tem sido estudado, como atestam as investigações realizadas no Brasil, na Espanha, na Inglaterra e na Polónia", defende o coordenador Carlos Dobreira.

Acrescenta ainda que "hoje em dia, uma sua canção [Muda de Vida] assume-se como alavanca de projetos de coaching, para gestão de conflitos também em contexto escolar".

PUB

A evocação da vida e da obra de António Variações tiveram um ponto alto com o filme "Variações", realizado por João Maia e produzido por Fernando Vendrell, rodado pela equipa da "David & Golias", em 2018, um ano antes de se assinalarem os 35 anos da morte de António Variações, que faria 75 anos também em 2019. O cantor morreu aos 39 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG