Assembleia

Marcelo recusa crises políticas e só quer fim da legislatura em 2023

Marcelo recusa crises políticas e só quer fim da legislatura em 2023

O presidente da República defendeu, esta segunda-feira, que o país deve manter-se livre de crises políticas até 2023. Marcelo Rebelo de Sousa quer que a atual legislatura seja cumprida até ao fim.

"A legislatura termina em 2023", recordou Marcelo, em Coimbra. "Estamos a começar a aplicar o Plano de Recuperação e Resiliência e os Fundos Europeus. Os próximos anos são fundamentais. Portanto, crises políticas nos próximos anos não fazem sentido", argumentou.

O chefe de Estado apelou, uma vez mais, à estabilidade. "Naquilo que depender do presidente da República, importa que haja Orçamento do Estado para o próximo ano e para 2023", referiu.

Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar os resultados das eleições autárquicas deste domingo, argumentando que não lhe cabe fazer "análise política".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG