Congresso

Mariana Vieira da Silva quer manter "diálogo construtivo" à Esquerda

Mariana Vieira da Silva quer manter "diálogo construtivo" à Esquerda

A ministra da Presidência apresentou ao congresso do PS, este sábado, a moção estratégica de António Costa, que ela própria coordenou. Mariana Vieira da Silva frisou que o partido quer manter o "diálogo construtivo" com "todas as forças progressistas" e pediu uma "grande vitória" nas autárquicas.

Em Portimão, a ministra defendeu a "continuidade" da linha preconizada por Costa. Considerou que a chegada do PS ao poder, em 2015, contribuiu para superar a "estranha ideia" de que "era possível melhorar o país piorando a vida dos portugueses". "Diziam que não éramos capazes, mas fomos capazes", afirmou.

Mariana Vieira da Silva defendeu a manutenção do diálogo à Esquerda, embora fazendo a ressalva de que é necessário ter "contas certas". Apontando, de seguida, a mira ao PSD, criticou as "ameaças populistas" com quem "alguns querem colaborar".

A ministra, que tem sido apontada como uma das possíveis sucessoras de António Costa em 2023, pediu aos portugueses "uma grande vitória autárquica", considerando que o PS não está "preso ao passado" e que é o único partido com "dimensão nacional".

Vieira da Silva lembrou ainda - como Costa já tinha revelado recentemente - que a moção apresentada "aponta" o início do processo de regionalização para 2024.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG