Reação

Marta Temido sobre remodelação no Governo: "estes lugares são muito exigentes"

Marta Temido sobre remodelação no Governo: "estes lugares são muito exigentes"

A ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta sexta-feira que os titulares de cargos públicos devem "estar sempre disponíveis" para serem substituídos. Questionada sobre a recente remodelação no Governo - que ditou a saída de Jamila Madeira, ex-secretária de Estado Adjunta da Saúde - a ministra sublinhou que os cargos da tutela são "muito desafiantes e muito exigentes".

"Quando vim para esta pasta, aprendi que o respeito que se tem pelos titulares da pasta da Saúde tem de ser enorme. Compreendi todos os dias que estes são lugares muito desafiantes e muito exigentes", referiu Marta Temido, durante a conferência de imprensa de atualização dos números da pandemia, sem esconder algum desagrado com a forma como Jamila Madeira recebeu a notícia da sua substituição.

A governante considerou que "as remodelações fazem parte da dinâmica dos Governos" e que, como tal, devem ser encaradas com "normalidade". Quando ocorrem mudanças nos cargos, procura-se "afinar métodos de trabalho e aprofundar resultados, independentemente do maior esforço de quem tem ocupado anteriormente os lugares", afirmou.

Marta Temido vincou ainda que os ministros e secretários de Estado têm de estar "sempre disponíveis" para ser substituídos. "Penso que é essa a forma de estar na vida pública", concluiu.

Jamila Madeira, secretária de Estado Adjunta da Saúde, foi uma das cinco secretárias de Estado substituídas no Governo na quarta-feira, passando António Lacerda Sales - até aqui secretário de Estado da Saúde - a ocupar o seu lugar, como adjunto da ministra. A agora ex-governante disse ter ficado "muito surpreendida" com a decisão e vai voltar a ocupar o lugar de deputada no Parlamento.

Outras Notícias