Exclusivo

Maternidades do SNS perdem mais de 15 mil partos em dez anos

Maternidades do SNS perdem mais de 15 mil partos em dez anos

É das áreas do país com maior quebra e tem seis maternidades que distam menos de 20 minutos entre si.

Os hospitais públicos da Região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) perderam 6500 partos na última década. É das áreas do país com a maior redução de nascimentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS), representando 40% do total das perdas a nível nacional (cerca de 15 mil partos a menos). Com um total de 13 maternidades públicas, seis delas estão na margem norte e distam menos de 20 minutos entre si.

Os números resultam de um levantamento feito pela comissão que está a estudar a reorganização da rede de referenciação hospitalar de saúde materna, a pedido da ex-ministra Marta Temido. O grupo liderado por Diogo Ayres de Campos reuniu, na quarta-feira à tarde, para definir os últimos pormenores da proposta que deverá ser entregue ao novo ministro nos próximos dias. O fecho de urgências e concentração de serviços para colmatar a falta de médicos em LVT é uma solução que está em cima da mesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG