Nacional

Concorrente do "Ídolos"acusa a SIC de bullying

Concorrente do "Ídolos"acusa a SIC de bullying

O estudante de 16 anos que, no episódio de domingo do concurso televisivo "Ídolos", apareceu numa montagem como "cromo" e com orelhas gigantes, diz-se vítima de bullying e garante que vai processar a SIC.

Alexandre Rebelo deixou de ir à escola, por vergonha. E não sabe quando voltará a ter coragem para frequentar as aulas. Exige ser indemnizado por isso. "Não vou deixar isto passar em branco".

Foi Alexandre que se inscreveu no "Ídolos". A avó autorizou a participação no casting, em Lisboa, a 27 de março. "Não me deram qualquer oportunidade", queixa-se o jovem, que não chegou a cantar em frente do júri constituído por Pedro Boucherie Mendes, Maria João Bastos e Paulo Ventura. Apenas interpretou "Diamonds", da Rihanna, perante uma câmara. "Disseram-me que desafinei um bocado e mandaram-me embora".

O estudante do 10.º ano de Ensino Especial do Agrupamento de Escolas Gaia Nascente regressou a casa, em Oliveira do Douro. "Estava triste mas nunca pensei que me fizessem aquilo. Fiquei chocado quando vi", assegura, revelando que sempre foi vítima de bullying por causa das orelhas. "Chorei tanto quando vi... Meti-me no quarto e nunca mais quis sair".

"O preço vai ser elevado"

A situação de Alexandre acabou denunciada pelo professor de Português Funcional, Rafael Tormenta, que acusou a SIC de ter cometido "monstruosidades". "Como ridicularizar publicamente jovens ou crianças que já têm problemas suficientes na vida há muitos anos", escreveu na sua página do Facebook, revelando que Alexandre não ia às aulas desde segunda-feira.

Ontem, o jovem foi à escola, motivado por uma professora. Foi recebido por colegas com cartazes de apoio, onde se lia, por exemplo: "Não faças aos outros o que não gostavas que te fizessem a ti".

A produtora do "Ídolos" e a SIC já pediram desculpas à avó, mas esta não consegue aceitar. "O sofrimento do meu neto vai ter um preço e vai ser bem elevado", diz Isilda Pinto. Alexandre também não perdoa. "Vou meter um processo em cima da SIC. Não vai mais fazer com outros o que fez comigo", deixa claro.

ver mais vídeos