O Jogo ao Vivo

JN

JN Online nasceu há 20 anos

JN Online nasceu há 20 anos

No dia 26 de julho de 1995, numa quarta-feira, o "Jornal de Notícias" anunciava na sua edição impressa a criação do www.jnoticias.pt, a página do diário na Internet.

"Hoje, pela primeira vez, os utilizadores podem consultar o JN eletrónico, no qual encontrarão notícias de primeira página e de desporto, além de fotografias e dados diversificados sobre o próprio jornal", podia ler-se na notícia, que dava conta da primeira edição online de um diário português.

Na altura, o jornal "Público" foi o primeiro a criar um site, mas sem a componente noticiosa, e a Direção Técnica do JN seguiu-lhe as pisadas, apostando na colocação de notícias à experiência. Volvidos alguns meses, a Direção Técnica e a Direção Editorial do JN tomaram a decisão de criar um site com notícias atualizadas diariamente, que se mantém online há duas décadas.

O jornalista Nuno Marques, atual editor da secção Nacional, e Hélder Bastos, agora diretor da Licenciatura em Ciências da Comunicação da Universidade do Porto, foram os primeiros a integrar a redação online do JN.

Segundo recorda Nuno Marques, "algumas notícias da edição em papel eram transpostas para o online" e foram criados fóruns de discussão, a secção "Desabafe Connosco" - equivalente ao "Cidadão Repórter" dos dias de hoje - e o "Dicionário de Internetês-Português".

Os jornalistas escolhiam, então, notícias da edição impressa do dia seguinte, colocavam-nas num formato informático compatível e enviavam-nas para a empresa que albergava as páginas do jornal.

Uma das grandes preocupações era a compatibilidade das páginas com os browsers mais comuns, assim como manter um site moderno mas de simples navegação.

PUB

O JN Online abria, assim, o jornal ao mundo e permitia cativar públicos que dificilmente teriam acesso à edição em papel. E a participação nos fóruns, de internautas residentes noutros países e com um perfil diferente do público-alvo da edição impressa, foi uma novidade para todos.

"Na altura ficámos muito surpreendidos com as pessoas que vinham falar connosco e com as mensagens que recebíamos de todas as partes do mundo", recorda o editor de Nacional do JN.

Hoje, é impensável ter um computador na redação sem Internet. Há 20 anos, a redação online possuía o único equipamento com acesso à rede dentro da redação. Este facto fez com que alguns jornalistas não compreendessem muito bem o que se passava no JN Online e com que outros recorressem a esta pequena equipa para entrarem em contacto com o mundo da "world wide web".

Se, em 1995, o título que anunciava a chegada do jornal online era "A Porta do JN para o mundo", hoje, volvidos 20 anos, não é necessário alterar uma vírgula.

Outras Notícias