Exames

Melhorias de nota vão substituir classificações internas no Secundário

Melhorias de nota vão substituir classificações internas no Secundário

Termina esta segunda-feira o prazo para os alunos se inscreverem em exames para melhoria de nota a disciplinas do Ensino Secundário.

Os alunos do 11.º não podem ainda matricular-se para melhoria pois ainda não têm uma classificação interna atribuída pelas escolas. As melhorias irão apenas contar para a média de ingresso ao Ensino Superior e vão substituir as classificações internas.

"Na prática, os alunos vão ter duas médias: uma de conclusão do Secundário que irá constar do diploma passado pelas escolas; outra para cálculo de acesso ao Ensino Superior", explicou ao JN o presidente do Conselho das Escolas, José Eduardo Lemos. O também diretor da Secundária da Póvoa do Varzim considera que o prazo foi "curtíssimo" mas assegura que há possibilidade de os alunos se inscreverem fora do limite desde que paguem uma multa de 25 euros.

As inscrições abriram quinta-feira com a entrada em vigor do despacho regulamentador e terminam hoje. Os alunos tinham que pedir aos serviços administrativos das escolas acesso à plataforma informática para alterarem a sua inscrição e se matricularem nos exames para melhoria. Após a candidatura, os estabelecimentos têm quatro dias úteis para validar.

A classificação obtida no exame irá substituir a nota atribuída pelas escolas, desde que seja um valor superior.

"Os alunos estão muito contentes com esta solução porque não têm nada a perder", defende ao JN a diretora do agrupamento de Ourém, dirigente da associação nacional de diretores (ANDAEP), Sandra Pimentel.

A possibilidade de melhoria de notas às disciplinas não foi possível no ano passado, devido a restrições impostas à avaliação devido à pandemia. Os exames apenas contaram para ingresso ao Ensino Superior e não para a conclusão do Secundário. O Governo aprovou as mesmas regras para este ano letivo mas, no Parlamento, todas as bancadas à exceção do PS aprovaram um diploma que deu aos alunos a hipótese de melhorarem classificações. Essa lei foi publicada dia 25 em Diário da República e dava ao Governo, recorde-se, um prazo para cumprir até 31 de maio um período de inscrições extraordinárias.

PUB

Assim, os alunos que estão no 12.º e pretendam melhorar notas do 11.º ou que já tenham concluído Secundário noutros anos mas pretendam concorrer ao Ensino Superior, este ano, podem inscrever-se nos exames da primeira fase que decorre entre 2 e 16 de julho. Os do 11.º ou 12.º que pretendam melhorar classificações obtidas este ano letivo só podem fazer melhorias na segunda época entre 1 e 7 de setembro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG