Madeira

Menina de oito anos morreu no hospital do Funchal depois de ter alta

Menina de oito anos morreu no hospital do Funchal depois de ter alta

Uma menina de oito anos morreu na sala de triagem do hospital Nélio Mendonça, na Madeira, um dia depois de ter sido vista por um médico e enviada para casa.

O Serviço de Saúde da região autónoma (SESARAM) abriu um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de uma menina de oito anos no hospital Nélio Mendonça, na Madeira, domingo à tarde, confirmou ao Diário de Notícias da Madeira, que avança com a notícia, o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos.

Lara morreu na sala de triagem do Nélio Mendonça um dia depois de ter sido assistida no mesmo hospital, queixando-se de problemas respiratórios e apresentando perdas de consciência e temperatura elevada", revela o jornal "Público", citando fonte da família.

"Após exames, foi medicada e recebeu alta hospitalar", acrescenta o mesmo jornal.

O diretor do Serviço de Urgência Pediátrica do Hospital Dr. Nélio Mendonça, Manuel Pedro Freitas, rejeita a hipótese de erro médico ou negligência na morte de menina.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG