Relatório

Menos acidentes e menos mortos nas estradas desde o início do ano

Menos acidentes e menos mortos nas estradas desde o início do ano

Nos primeiros cinco meses do ano, morreram menos 63 pessoas nas estradas nacionais e os acidentes também caíram 32%, face ao mesmo período do ano passado. Essa foi a conclusão a que se chegou, num relatório divulgado, esta terça-feira, pela Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo o quinto Relatório Mensal de Sinistralidade e Fiscalização da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), comparativamente com os primeiros cinco meses de 2019, registaram-se menos 4.531 acidentes com vítimas (-32,8%), menos 63 vítimas mortais (-32,5%), menos 226 feridos graves (-26,8%) e menos 5.824 feridos leves (-35,0%).

No documento, onde se apresenta as estatísticas relativas à sinistralidade e fiscalização rodoviária registadas nos primeiros cinco primeiros meses do ano de 2020, justifica-se a melhoria dos indicadores com base no facto de também ter diminuído o tráfego, resultante da declaração de Estado de Emergência, que se iniciou no dia 19 de março, o qual impôs fortes medidas de confinamento.

Essa situação veio acentuar, assim, a tendência de redução na sinistralidade, que, segundo a ANSR, já se verificava no período compreendido entre 1 de janeiro e 18 de março, onde se registaram menos 438 acidentes com vítimas (-6,4%), menos 22 vítimas mortais (-22%), menos 42 feridos graves (-9,8%) e menos 550 feridos leves (-6,7%) relativamente ao período homólogo do ano passado.

"Relativamente ao período em que vigorou o Estado de Emergência nos primeiros cinco meses de 2020 (19 de março a 2 de maio), registou-se um acentuado decréscimo em todos os indicadores de sinistralidade: -63,8% de acidentes com vítimas, -48,7% de vítimas mortais, assim como - 57,0% de feridos graves e -67,9% de feridos leves", destaca-se ainda no site da ANSR.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG