Exclusivo

Menos bebés amamentados na primeira hora de vida

Menos bebés amamentados na primeira hora de vida

Números baixaram em ano de pandemia. Quanto mais cedo, maior a taxa de sucesso de aleitamento materno.

Peça-chave no sucesso do aleitamento materno exclusivo e na proteção contra infeções, a amamentação na primeira hora de vida chega, em média, a cada seis em dez recém-nascidos em Portugal. Proporção que baixou em 2020, ano em que a pandemia obrigou a esforços redobrados na proteção das grávidas. O contacto pele-a-pele ficou-se pela mesma ordem de grandeza.

De acordo com informações do Consórcio Português de Dados Obstétricos, no ano passado, a taxa de amamentação na primeira hora fixou-se nos 54%, contra 61% em 2019. Com tendência de subida este ano, com 57% dos recém-nascidos a serem amamentados logo na primeira hora de vida até junho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG