Pandemia

Menos doentes internados em dia com 11 mortes e 2708 casos de covid-19

Menos doentes internados em dia com 11 mortes e 2708 casos de covid-19

Portugal reportou 11 mortes e 2708 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Internamentos caem pelo terceiro dia seguido.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) registou 995949 casos de covid-19 e 17525 mortes associadas à doença causada pelo vírus da SARS-CoV-2, desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, foram reportadas 2708 infeções e 11 óbitos (quatro homens e sete mulheres).

Estes dados representam uma diminuição face aos 2948 casos reportados ontem (menos 240) e uma quebra de 255 casos face aos 3203 de quinta-feira da semana passada. Uma descida que se acentua comparando com as 3452 infeções de há 15 dias e as 4376 de há três semanas ou as 4153 registadas há cerca de um mês com as 2708 de hoje, a quinta-feira com menos notificações desde 1 de julho.

Nos hospitais, os internamentos descem pelo terceiro dia seguido. À data da conclusão do boletim desta quinta-feira, havia 754 pessoas hospitalizadas, menos 31 do que na quarta-feira. Deste total, 169 são doentes graves, menos 12 do que ontem.

O total de casos ativos sobe pelo segundo dia seguido, para um total de 44407 (mais 488), quando as pessoas sob vigilância (menos 836) diminuem para 57278, enquanto o número de doentes recuperados sobe para 934017 (mais 2209).

Entre as vítimas mortais, a faixa etária dos maiores de 80 anos continua a ser a mais afetada, reportando sete do total de 11 vítimas mortais registadas nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, morreram 11459 dos mais idosos do país, o que equivale a 65% do total nacional de 17525 óbitos associados à covid-19 desde março de 2020.

PUB

A faixa etária imediatamente anterior é a segunda mais afetada pela letalidade do vírus da SARS-CoV-2, tendo reportado 3750 óbitos desde o início da pandemia, três nas últimas 24 horas (um homem e duas mulheres). No global, os óbitos entre os septuagenários representam 21% do total nacional de mortes por covid-19.

A outra vítima mortal reportada pelo boletim da DGS desta quinta-feira é um homem na faixa etária dos 50-59 anos, um intervalo de idades que representa cerca de 14% do total de casos (138731) desde o início da pandemia e que regista 497 óbitos, 9% do total nacional.

A Região de Lisboa e Vale do Tejo é a mais afetada pela pandemia no país e regista mais de mil casos de covid-19 pelo segundo dia seguido. Com mais 1036 infeções, o total ascende a 388988 notificações desde o início da pandemia, das quais resultaram 7497 mortes, seis nas últimas 24 horas.

A Região Norte, a segunda mais impactada pela covid-19, reportou 915 novos casos de covid-19 e dois mortos nas últimas 24 horas. No total, a região mais setentrional do país registou 384577 infeções, às quais foram associadas 5463 mortes.

O Alentejo reportou duas mortes e 130 novos casos nas últimas 24 horas, ultrapassando os 35 mil casos (35006), tendo 995 óbitos associados à doença.

A outra vítima mortal foi registada no Algarve, que soma 257 óbitos e 35590 casos desde o início da pandemia, contando com os 257 reportados nas últimas 24 horas.

A Região Centro acumula 132746 infeções (mais 290) e 3056 óbitos. Nas ilhas, os Açores ultrapassaram os oito mil casos (8048 e 38 mortes), enquanto a Madeira registou mais 72 infeções, para totais de 10994 e 72 mortes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG