Boletim DGS

É a quarta-feira com menos casos de covid em mais de dois meses

É a quarta-feira com menos casos de covid em mais de dois meses

Portugal regista, esta quarta-feira, 1565 novos casos e 14 mortes associadas à covid-19. A taxa de transmissibilidade continua abaixo de um, mas a incidência acumulada subiu.

Depois de um arranque de semana com números que refletem a diminuição de testes realizados ao sábado e ao domingo, as quartas-feiras costumam ficar marcadas pelo aumento significativo do número de infetados. No entanto, hoje, o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) regista 1565 novos casos, bastante abaixo dos 3062 da semana passada e dos 2983 da quarta-feira anterior.

Os últimos dados epidemiológicos indicam ainda que, nas últimas 24 horas, morreram 14 pessoas, mais uma do que ontem. Desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020, 1 039 492 cidadãos contraíram a doença, 978 462 recuperaram e foram registadas 17.757 mortes.

O número de casos ativos de infeção também diminuiu para 43.273, menos 814.

13 dias depois, região de Lisboa volta a ter mais casos positivos

Após 13 dias com o Norte a liderar o número de infeções, LVT soma, hoje, a maioria: 572. De resto, o boletim desta quarta-feira dá conta de 495 infetados a Norte, 205 no Centro, 168 no Algarve, 74 no Alentejo, 35 na Madeira e 16 nos Açores.

PUB

A região de Lisboa reporta igualmente a maior parte das mortes (seis), havendo ainda três no Norte, três no Algarve e duas no Centro. Em termos de faixa etária, são oito homens (três na casa dos 50 anos, dois na dos 60, outros dois com 70 e um octogenário) e seis mulheres (quatro na faixa etária dos 80 e duas na dos 60).

As hospitalizações não sofreram grandes alterações. Há, hoje, mais quatro internados nos hospitais portugueses, num total de 681. Em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) estão 131 pessoas, menos cinco do que ontem.

R(t) mantém-se abaixo de 1 e incidência sobe

Na matriz de risco, atualizada às segundas, quartas e sextas, a taxa de transmissibilidade continua abaixo de um (em 0,98). A incidência nacional, por sua vez, subiu de 297,7 para 303,5 casos de covid-19 por cem mil habitantes. Tendência crescente também verificada na incidência continental, que passou de 303,3 para 310,2.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG